Site Feedback

A económia brasileira.

A económia brasileira.

Hoje em dia, muitos países no mundo têm dificuldade em termos de econímia bem como o Brasil.
Se vocês têm um pouco de interesse de económia, certemente têm ouvido BRICs que os país têm crescido rápido e foram iluminado como os melhores market do mundo para investir.( Brasil, Russia, India, Chaina..S.Africa)

Entretanto, A circuntância atual não parece muito positiva como foi esperado. Há muitas manifestações contra as polícias governo ( Serviço publíco, o uso de orçamento)

Embora não estou bem informado em relacão ao Brasil, não é fácil de entender o que está acontecindo no Brasil.

Tanto que sei, O Brasil é um país com muitos tipos recursos naturais do território imenso e labors abundantes.

Em suas opniões, qual é o problema ou qual foi o problema fundamental que influenciou à economía brasileira embora houvesse tantos esperança positivas em relação ao.

Obrigado por ler a minha curiosidade e dizer sua opnião

Share:

Comments

Se fossem eliminados os politicos corruptos e em seus lugares fossem colocados politicos que realmente trabalhassem, então a maior parte do problema estaria resolvida. O Brasil é enorme e muito bom. A má gestão que estraga todo o resto.  

Bem, essa visão me lembrou uma estória sobre dois vendedores de sapatos:

 

Dois vendedores de sapatos deiciram ir a uma pequena cidade. O primeiro foi á cidade e, depois de um curto período de tempo, voltou triste dizendo: não adianta ir para aquela cidade, lá ninguém usa sapatos! Todos andam descalços! É perca de tempo.

No entanto, o  outro vendedor foi àquela cidade, e depois de um tempo, voltou rico dizendo: aquela cidade é incrível! Realmente ninguém usava sapatos, mostrei para eles como era bom andar calçado e todos os moradores compraram sapatos de mim! 

 

 

No Brasil, até nós vemos com receio os nossos problemas, que são sérios. Realmente existe muita corrupção no nosso país mas ainda espero aparecer alguém capaz de mostrar que vale a pena fazer as coisas corretamente, cobrando o preço justo e sem tirar vantagem e isso ser a chave para tornar o Brasil um lugar melhor para viver.

A economia brasileira é muito complexa e bastante controversa! Tem sérios problemas hitóricos de inflação e análises econômicas imediatistas. Mas tem grande potencial de riqueza. O Brasil é um dos paises que mais Fazem Pesquisa e Desenvolvimento do Mundo! Mas boa parte dessas pesquisas são financiadas com dinheiro público e feita por instituições de ensino público. A indústria brasileira é boa mas é imediatista e não valoriza P&D (R&D) brasileiro, por isso é dependente das tendêncas internacionais. A força economica do Brasil é sustentada pela agroindustria e commodities como metais para uso industrial, petróleo pesado, soja e café. Tem um regime trabalhista sólido mas necessitando de reformas para melhorar as situações entre empregador e empregado. O sistema financeiro é bom mas muito extorsivo. Bem, esse é uma análise concisa sobre a economia braleira em geral.

Considero o modelo atual como um segundo "Milagre Econômico" onde há um interesse muito grande no aumento e desburcratização do crédito, a fim de elvar o consumo. Porém isso não é vantajoso a longo prazo pois o preços dos produtos tendem a ser cada vez mais altos e a população tende a ficar cada vez mais presa ao financiamento, empréstimo e crediário.

Sobre as manifestações e preotestos, não vejo conexões com Economia. Como a Jésica comentou, temos um histórico antigo de corrupção e, com a aproximação da Copa do Mundo e todos os gastos realizados com o evento (e todas as obras superfaturadas) a população se revolta clamando por obras simples como melhora da Saúde Pública e Educação. Como podemos ter estádios padrão Fifa se nossos hospitais e escolas tem padrão muito abaixo do necessário?

Segundo meu ponto de vista o problema do Brasil não é apenas político ou governamental, está sim enraizado nesses fatores, mas é algo mais abrangente do que governo e política. Pelo que penso um dos maiores problemas do atual Brasil é a falta de mão de obra qualificada. Na minha cidade mesmo, Juiz de Fora, que é de médio porte e tem pouco mais de 500 mil habitantes, a oferta de emprego é maior do que o número de desempregados, o problema é a falta de profissionais qualificados. Isso é tão recorrente que algumas empresas pagam cursos profissionalizantes completos para pessoas que muitas vezes não precisam nem fazer concursos para isso, e o mais incrível é que esses profissionais são sempre contratados, seja pela empresa que financiou o curso, ou por outra, se a empresa financiadora não quiser o profissional. Esse problema de mão de obra desestimula novos investimentos e faz com que os investimentos já feitos gerem menos lucro que o previsto. Uma boa saída é a contratação de estrangeiros qualificados, principalmente europeus que fogem da crise e vêm para o Brasil com objetivos profissionais, mas nem esses estrangeiros que vêm para suprir a carência de nossos mercados são suficientes.

O mais engraçado (nós brasileiros tendemos a achar tudo engraçado, inclusive a nossa própria desgraça) é que esse problema previsível está intimamente ligado com a péssima educação disponibilizada no país. O governo estimulou investimentos, fez acordos internacionais, financiou projetos, mas ao que os atuais fatos deixam a entender, não se deu conta que sem o recurso humano devidamente qualificado todos esses investimentos não seriam tão eficazes quanto eram promissores. Melhorar a educação do país seria ao meu ver a melhor forma de começar a melhorar a qualidade de vida da população e tornar o Brasil uma pátria mais atraente e confortável tanto para novos investimentos estrangeiros quanto para os próprios brasileiros.

Outros problemas que desestimulam o crescimento também estão ligados ao governo, como a precariedade da saúde pública, a violência e a corrupção.

Mas segundo o que penso o maior problema, porém, é cultural. O brasileiro é um ser na maioria das vezes acomodado (Eu sei que é péssimo fazer generalizações desse tipo, generalizações tais que criam preconceitos e geram ideias muitas vezes negativas, mas isso é fato). Nós reclamamos do governo, mas não fazemos nada, e quando fazemos algo é de forma desorganizada e improvisada, o que não ajuda em nada (os protestos de 2013 são um ótimo exemplo disso). Dizemos que os políticos são corruptos, que não prestam e que só pioram o que já é ruim, mas se eles estão lá é porque nós os deixamos permanecer lá. Fazemos piada de tudo, colocamos palhaços, jogadores de futebol e outros tipos de celebridades decaídas e decadentes em cargos públicos, isso quando não colocamos parentes de “coronéis” e bandidos assassinos, o que a meu ver é muito pior. Muitos de nós dizem exigir educação, saúde, emprego, mas quando isso é ofertado para a população de forma insatisfatória são poucos que fazem uma reclamação ou tentam de uma forma eficaz fazer algo para mudar o que precisa ser mudado. E esse conformismo todo é apenas uma face dos problemas. Para muitos brasileiros a maior conquista que alguém pode se ter na vida é passar em um concurso público, pois assim “trabalha-se pouco”, não há preocupação com uma possível demissão, e o serviço é “feito nas coxas” (eu sei que nem todo brasileiro nem todo funcionário público é assim, mas enfim, uso o recurso de generalização para enfatizar o problema).

Eu poderia escrever uma dissertação enorme sobre o assunto, falar sobre comportamentos familiares que geram problemas de julgamento moral nas casas brasileiras, falar sobre os ainda existentes “coronelismos” (inclusive nos grandes centros), poderia falar sobre milhares de outros problemas, mas seria perda de tempo pois o texto alcançaria poucas pessoas e não mudaria em nada a situação do país. O que mais eu posso dizer? Bom, posso dizer que há um tipo inconformado de brasileiro que procura uma forma de melhorar a situação. Existem brasileiros que estudam, que batalham e que sonham transformar-se em pessoas melhores, em profissionais melhores, e ter uma vida melhor. Alguns querem fazer isso se tornando importantes figuras empresariais, outros querem se dar bem fora daqui, e há ainda aqueles que acreditam que podem mudar algo e tentam lutar para que isso realmente aconteça. E que bom que existe gente assim! É como dizem, “a esperança é a última que morre” e “brasileiro não desiste nunca”. Quem sabe no futuro... quem sabe... Eu não quero saber, quero me mudar.

Penso que o "CAPITALISMO" ainda é um imenso desafio para todos nós porque vivemos enfrentando crises financeiras, inflação, e o Governo por outro lado, às vezes precisa usar recursos não muito simpáticos para com a população, etc. Enfim, todos são influenciados por ela- a economia está em nossas vidas. Quando acontece um fenômeno natural, por exemplo, na seca, podem faltar alimentos, ou sua escassez pode elevar o preço deles; caso ocorra uma enchente de grandes proporções, também pode alterar o curso da economia do lugar.

 

O boom de crescimento que o Brasil teve na década passada teve como um dos fatores a expansão de crédito(credit boom) que fomentou de forma impressionante o consumo, trouxe bens de consumos a classes mais baixas que antigamente não podiam comprar e hoje podem. O problema dessa parte é que o consumo já da sinais de enfraquecimento comparado há alguns anos atrás. Sabemos que o PIB(GDP) também pode ser estimulado pela Produtividade e Produção, coisa que estamos estancados.


http://economia.estadao.com.br/noticias/economia,produtividade-brasileira-esta-parada-ha-30-anos,89305,0.htm

 

Temos entraves que criam gargalos. O gargalo do momento agora é o Gargalo Logistico, o Brasil durante muitos anos investiu muito em rodovias e esqueceu de construir ferrovias e melhorar os portos. O Resultado é este :
http://economia.estadao.com.br/noticias/economia-geral,gargalo-logistico-prejudica-competitividade,167103,0.htm
http://economia.terra.com.br/operacoes-cambiais/operacoes-empresariais/crise-portuaria-eleva-em-20-custo-de-exportacao-brasileira,367f2ed9744fd310VgnVCM4000009bcceb0aRCRD.html


Os portos brasileiros são péssimos, caros, isso aumenta bastante o custo dos produtos. Além disso há filas de caminhões para descarregar nos portos.

 

A confusa legislação tributária(terrível) e o absurdo nível de burocracia inútil são outros ENORMES problemas. Afeta maioria dos brasileiros e conseqüentemente as empresas.
http://www.cni.org.br/portal/data/pages/FF808081272B58C0012730F0532A33A2.htm
http://www.fiesp.com.br/noticias/o-custo-da-burocracia-tributaria-no-brasil-impacta-diretamente-na-competitividade-das-industrias/

Add a comment