Site Feedback

Revolução nas ruas.

Em 2011, no dia do meu aniversário, aconteceu algo insólito em meu país, a Espanha. Um grupo numeroso de pessoas decidiram campar numa das mais famosas praças da capital espanhola, a Praça do Sol em Madrid. O movimento foi baptizado com o nome de 15-M.
Cual era a sua motivação? Como eram os perfis de essas pessoas? Que objetivo procuravam atingir?

Em primeiro lugar, não só é que não tivessem um perfil comum, mas também não seguiam uns ideais comuns, nem pertenciam a um partido político concreto. Eles não conheciam cual era seu objetivo, ou em outras palavras, esse objetivo era difuso.

Suas motivações eram diversas, mas aquilo que sim tinham claro, quase cristalino, era que já ficavam fartos de uma classe política que não lhes representava nem lutava por lhes proteger. Uma classe política que tinha permitido aos bancos e financeiras fazer negócios milionários com os salários dos trabalhadores das classes baixas e médias.

Os movimentos sociais e protestas que agora estão a acontecer no Brasil lembraram-me alguns aspectos da protesta espanhola do 15-M:

1. A sua origem é distinta, mas coincidem em não terem um objetivo claro
2. Pessoas de todas as idades apoiam o movimento
3. Especialmente os jovens são os mais ativos. Eles pensam que acordaram de um sonho e acham que querem um futuro melhor
4. Os partidos políticos não lhes representam.

Agora é o momento dos Brasileiros refletirem sobre o acontecido porque têm um país com todas as possibilidades para o desenvolvimento da população, mas acho que há algumas coisas que devem mudar: melhores serviços públicos, educação de qualidade para todos, investimentos em I+D, eliminação de barreiras sociais.

Share:

 

0 comments

    Please enter between 0 and 2000 characters.

     

    Corrections

    Revolução nas ruas.

    Em 2011, no dia do meu aniversário, aconteceu algo insólito em meu país, a Espanha. Um grupo numeroso de pessoas decidiu acampar numa das mais famosas praças da capital espanhola, a Praça do Sol em Madrid. O movimento foi batizado com o nome de 15-M.
    Qual era a sua motivação? Como eram os perfis dessas pessoas? Que objetivo procuravam atingir?


    Em primeiro lugar, não é só o fato de que não tivessem um perfil comum, mas também não seguiam uns ideais comuns, nem pertenciam a um partido político concreto. Eles não conheciam qual era seu objetivo, ou em outras palavras, esse objetivo era difuso.


    Suas motivações eram diversas, mas aquilo que sim tinham claro, quase cristalino, era que já ficavam fartos de uma classe política que não lhes representava nem lutava por lhes proteger. Uma classe política que tinha permitido aos bancos e financeiras fazer negócios milionários com os salários dos trabalhadores das classes baixas e médias.


    Os movimentos sociais e protestos que agora estão a acontecer (también puede ser: estão acontecendo) no Brasil lembraram-me alguns aspectos do protesto espanhol de 15-M:


    1. A sua origem é distinta, mas coincidem em não terem um objetivo claro
    2. Pessoas de todas as idades apoiam o movimento
    3. Especialmente os jovens são os mais ativos. Eles pensam que acordaram de um sonho e que querem um futuro melhor
    4. Os partidos políticos não lhes representam.

    Agora é o momento dos brasileiros refletirem sobre o acontecido porque têm um país com todas as possibilidades para o desenvolvimento da população, mas acho que há algumas coisas que devem mudar: melhores serviços públicos, educação de qualidade para todos, investimentos em I+D, eliminação de barreiras sociais.

     

    Perfeito!!!

    Texto maravilhoso!! Parabéns!!

    Revolução nas ruas.

    Em 2011, no dia do meu aniversário, aconteceu algo insólito em meu país, a Espanha. Um grupo numeroso de pessoas decidiu acampar numa das mais famosas praças da capital espanhola, a Praça do Sol em Madrid. O movimento foi batizado com o nome de 15-M.
    Qual era a sua motivação? Como eram os perfis dessas pessoas? Que objetivo procuravam atingir?

    Em primeiro lugar, não é só o fato de que não tivessem um perfil comum, mas também não seguiam uns ideais comuns, nem pertenciam a um partido político concreto. Eles não conheciam qual era seu objetivo, ou em outras palavras, esse objetivo era difuso.

    Suas motivações eram diversas, mas aquilo que sim tinham claro, quase cristalino, era que já ficavam fartos de uma classe política que não lhes representava nem lutava por lhes proteger. Uma classe política que tinha permitido aos bancos e financeiras fazer negócios milionários com os salários dos trabalhadores das classes baixas e médias.

    Os movimentos sociais e protestas que estão acontecendo agora no Brasil lembraram-me alguns aspectos do protesta espanhol do 15-M:

    1. A sua origem é distinta, mas coincidem em não terem um objetivo claro
    2. Pessoas de todas as idades apoiam o movimento
    3. Especialmente os jovens são os mais ativos. Eles pensam que acordaram de um sono e acham que querem um futuro melhor
    4. Os partidos políticos não lhes representam.

    Agora é o momento dos brasileiros refletirem sobre o acontecido, porque têm um país com todas as possibilidades para o desenvolvimento da população, mas acho que há algumas coisas que devem mudar: melhores serviços públicos, educação de qualidade para todos, investimentos em I+D, eliminação de barreiras sociais.

     

    Muito boa a grafia e o conteúdo do texto também:)

    Parabéns!

    Write a correction

    Please enter between 25 and 8000 characters.

     

    More notebook entries written in Portuguese

    Show More