Site Feedback

A linguagem dos símbolos

No domingo passado foi visitar um mosteiro muito antigo.
Nossa guia era muito boa e nos explicou muita cosa. Fiquei particularmente admirado com os baixos-relevos, que representavam criaturas do mito, como dragões, sereias, unicórnios, gárgulas et cetera, mas também episódios da bíblia ou da mitologia grega e nórdica.
Embora a maioria da gente fosse analfabeta no passado, todo mundo tinha a possibilidade de ler e compreender a linguagem dos símbolos. Infelizmente hoje não podemos perceber à primeira vista essa linguagem e ficamos espantandos diante de algumas pinturas do passado ( por exemplo as pinturas do Bosch), pensando que elas eram um jogo de fantasia.

Share:

 

0 comments

    Please enter between 0 and 2000 characters.

     

    Corrections

    A linguagem dos símbolos

    No domingo passado fui visitar um mosteiro muito antigo.
    Nossa guia era muito boa e nos explicou muita cosa. Fiquei particularmente admirado com os baixos-relevos, que representavam criaturas do mito, como dragões, sereias, unicórnios, gárgulas et cetera, mas também episódios da Bíblia ou da mitologia grega e nórdica.
    Embora a maioria das pessoas fossem analfabeta no passado, todo mundo tinha a possibilidade de ler e compreender a linguagem dos símbolos. Infelizmente hoje não podemos perceber à primeira vista essa linguagem e ficamos espantandos diante de algumas pinturas do passado (por exemplo as pinturas do Bosch), pensando que elas eram um jogo de fantasia.

    A linguagem dos símbolos

    No domingo passado fui visitar um mosteiro muito antigo.
    Nossa guia era muito boa e nos explicou muita coisa. Fiquei particularmente admirado com os baixos-relevos, que representavam criaturas do mito, como dragões, sereias, unicórnios, gárgulas et cetera, mas também episódios da bíblia ou da mitologia grega e nórdica.
    Embora a maioria da gente fosse analfabeta no passado, todo mundo tinha a possibilidade de ler e compreender a linguagem dos símbolos. Infelizmente hoje não podemos perceber à primeira vista essa linguagem e ficamos espantandos diante de algumas pinturas do passado (por exemplo as pinturas do Bosch), pensando que elas eram um jogo de fantasia.

    Write a correction

    Please enter between 25 and 8000 characters.

     

    More notebook entries written in Portuguese

    Show More