Site Feedback

bata á porta

  OOPT

Então tenho uma pergunta sobre comportamento em Portugal. Moro em Lisboa e nosso predio tem um porteiro (sistema de alto voz) para falar com pessoas quem ficam à porta da rua. Hoje uma pessoa tocou e pediu "quem fala?" A minha resposta foi "quem o senhor precisa?". E a pessoa pediu um outro vez "Quem fala?" Esse ponto eu disse "adeus". Suspeito que o meu comportamento estava indelicado porque em inglês é mal educado de responder uma pergunta com pergunta. Entretanto nos estados unidos nunca bata a porta e pergunte sem introdução. Em realidade não houve nenhum perigo de dar o meu nome. No outro lado se houve um vizinho ele possa deixar uma nota ou bata a minha porta. Se houve o carteiro, porque não dissesse "o correio"?

Acho que próxima vez vou dizer "Se o senhor tem negocio comigo então o senhor sabe o nome que precisa. Diga-me e se posso ajudar, vou. Mas não vou dar o meu nome a uma pessoa sem identificação."

Share:

 

0 comments

    Please enter between 0 and 2000 characters.

     

    Corrections

     

    Então Tenho uma pergunta sobre comportamento em Portugal. Moro em Lisboa e nosso predio tem um porteiro (sistema de alto voz) interfone para falar com pessoas que estão na rua na porta do prédio quem ficam à porta da rua. Hoje uma pessoa tocou e pediu perguntou "quem fala?" A minha resposta foi "quem o senhor precisa com quem o senhor deseja falar?". E a pessoa pediu um outro perguntou novamente vez "Quem fala?" Esse Nesse ponto eu disse "adeus". Suspeito que o meu comportamento estava foi indelicado porque em inglês é falta de educação mal educado  de responder  a uma pergunta com outra pergunta. Entretanto nos estados unidos nunca bata a porta e pergunte sem se apresentar introdução. Na Em realidade não houve nenhum perigo em de dar o meu nome. No outro lado se havia houve um vizinho ele podia possa deixar um recado  uma nota ou bater bata a minha porta. Se foi houve o carteiro, porque não disse dissesse "o correio"?

    Acho que na próxima vez vou dizer "Se o senhor tem assuntos a tratar negocio comigo então o senhor sabe o nome que procura precisa. Diga-me e se posso ajudar, vou. Mas não vou dar o meu nome a uma pessoa sem identificação."

    bata á porta

    Tenho uma pergunta sobre comportamento em Portugal. Moro em Lisboa e nosso predio tem um interfone para falar com pessoas que estão na rua na porta do prédio. Hoje uma pessoa tocou e perguntou "quem fala?" A minha resposta foi "com quem você deseja falar". E a pessoa perguntou novamente "Quem fala?" Nesse ponto eu disse "adeus". Suspeito que o meu comportamento foi indelicado porque em inglês é falta de educação responder uma pergunta com outra pergunta. Entretanto nos estados unidos nunca bata a porta e pergunte sem se apresentar. Na realidade não houve nenhum perigo de dar o meu nome. Se fosse um vizinho ele poderia deixar uma nota ou bater a minha porta. Se fosse o carteiro, porque ele não disse "o correio"?

    Acho que na próxima vez vou dizer "Se o senhor deseja algo comigo então o senhor sabe o nome que procura. Diga-me e se posso ajudar, vou. Mas não vou dar o meu nome a uma pessoa sem identificação."

       OOPT 

    bata á porta

    Então é assim... Eu tenho uma pergunta sobre (um tipo de) comportamento (ou uma situação que aconteceu) em Portugal. Moro em Lisboa e o nosso prédio tem um intercomunicador porteiro (sistema de alto voz) para falar com as pessoas que estão m ficam à porta na rua. Hoje uma pessoa tocou a campainha e pediu disse "quem fala?" A minha resposta foi "quem é que o senhor precisa?". E a pessoa repetiu pediu um outro vez "Quem fala?" Nessa altura Esse ponto eu disse "adeus". Suspeito que o meu comportamento foi estava indelicado porque em inglês é mal-educado de responder a uma pergunta com uma (outra) pergunta. Entretanto nos Estados Unidos nunca bata à porta e pergunte sem introdução. Na  Em realidade não houve nenhum perigo de dar o meu nome. Por No outro lado, se fosse houve um vizinho, ele podia possa deixar um bilhete uma nota ou batia à minha porta. Se fosse houve o carteiro, porque não disse sse "é o correio"?

    Acho que da próxima vez vou dizer "Se o senhor tem (algum) negocio comigo, então o senhor sabe o nome que precisa. Diga-me e se puder posso ajudar, eu ajudo vou. Mas não vou dar o meu nome a uma pessoa sem identificação."

    Write a correction

    Please enter between 25 and 8000 characters.

     

    More notebook entries written in Portuguese

    Show More