Site Feedback

BRASILEIROS

A minha avó costumava contar que a nossa família descende do grande povo Tupi e da tribo Tabajaras, a tribo da Virgem dos Lábios de Mel. A nossa terra da Serra Ibiapapa e dos rios Parníbe e Jaguaribe, que as suas águas doavam para o Atlântico poderoso, ficava no grande Nordeste. Naquela época a tribo Potiguara, do nosso povo, vivia ao Norte e a tribo dos Caetés ao Sul. A nossa mãe Terra e o nosso pai Sol davam-nos e aos nossos vizinhos tudo que precisavam para viver, os fontes claras de água, animais selvagens, plantas e luz que nos mostrava os caminhos do nosso destino E então chegavam os gringos, que foram cobertos com os seus casacos e chapéus de ferro, com as suas camisas e roupas de seda e a sua fome insaciável de conquistar. Nesse tempo antigo nasceu a uma terra nova, o nosso Brasil, que foi nomeado após a madeira com que os gringos costumavam pintar suas roupas em cor de brasa.

Share:

 

4 comments

    Please enter between 0 and 2000 characters.

     

    Corrections

       OOPT 

    BRASILEIROS

    A minha avó costumava contar que a nossa família descende do grande povo Tupi e da tribo Tabajaras, a tribo da Virgem dos Lábios de Mel. A nossa terra da Serra Ibiapaba e dos rios Parnaíba e Jaguaribe, que as suas águas desaguavam no Atlântico poderoso, ficava no grande Nordeste. Naquela época a tribo Potiguara, do nosso povo, vivia a Norte e a tribo dos Caetés a Sul. A nossa mãe Terra e o nosso pai Sol davam-nos, a nós e aos nossos vizinhos, tudo o que precisavamos para viver, os fontes claras de água, animais selvagens, plantas e luz que nos mostrava os caminhos do nosso destino. E então chegavam os gringos, que foram cobertos com os seus casacos e chapéus de ferro, com as suas camisas e roupas de seda e a sua fome insaciável de conquistar. Nesse tempo antigo nasceu a uma terra nova, o nosso Brasil, que foi nomeado após a madeira com que os gringos costumavam pintar suas roupas em cor de brasa.

    BRASILEIROS

    A minha avó costumava contar que a nossa família descende do grande povo Tupi e da tribo Tabajaras, a tribo da Virgem dos Lábios de Mel. A nossa terra da Serra Ibiapaba e dos rios Parnaíba e Jaguaribe, que as suas águas doavam para o Atlântico poderoso, ficava no grande Nordeste. Naquela época a tribo Potiguara, do nosso povo, vivia ao Norte e a tribo dos Caetés ao Sul. A nossa mãe Terra e o nosso pai Sol davam-nos e aos nossos vizinhos tudo que precisavam para viver, as fontes claras de água, animais selvagens, plantas e luz que nos mostrava os caminhos do nosso destino. E então chegavam os gringos, que foram eram cobertos com os seus casacos e chapéus de ferro, com as suas camisas e roupas de seda e a sua fome insaciável de conquistar. Nesse tempo antigo nasceu a uma terra nova, o nosso Brasil, que foi nomeado após a madeira com que os gringos costumavam pintar suas roupas em cor de brasa.

     

    SR. K. que grande alegria me deu ler essas palavras! A virgem dos lábios de mel mencionada acima é Iracema, heroína do romance homônimo de José de Alencar. Conta um pouco sobre a história do estado onde eu nasci, o Ceará! O Sr. acabou de contar um pouco da minha história ancestral. OBRIGADA!

    BRASILEIROS

    A minha avó costumava contar que a nossa família descendeu do grande povo Tupi e da tribo Tabajaras, a tribo da Virgem dos Lábios de Mel (Iracema, romance de José de Alencar). A nossa terra da Serra Ibiapapa e dos rios Parnaíbe e Jaguaribe, cujas águas davam para o Atlântico poderoso, ficava no grande Nordeste. Naquela época a tribo Potiguara, do nosso povo, vivia ao Norte e a tribo dos Caetés ao Sul. A nossa mãe Terra e o nosso pai Sol davam a nós e aos nossos vizinhos tudo que precisavámos para viver, as fontes claras de água (de águas claras), animais selvagens, plantas e luz que nos mostravam os caminhos do nosso destino. E então chegaram os gringos (os portugueses), (que estavam) cobertos com os seus casacos e chapéus de ferro, com as suas camisas e roupas de seda e a sua fome insaciável de conquistar. Nesse tempo antigo nasceu a uma terra nova, o nosso Brasil, que foi nomeado após a madeira com que os gringos costumavam pintar suas roupas em cor de brasa.

    BRASILEIROS

    A minha avó costumava contar que a nossa família descende do grande povo Tupi e da tribo Tabajaras, a tribo da Virgem dos Lábios de Mel. A nossa terra da Serra Ibiapapa e dos rios Parníbe e Jaguaribe, que as suas águas doavam para o Atlântico poderoso, ficava no grande Nordeste. Naquela época a tribo Potiguara, do nosso povo, vivia ao Norte e a tribo dos Caetés ao Sul. A nossa mãe Terra e o nosso pai Sol davam-nos e aos nossos vizinhos tudo que precisávamos para viver, as fontes claras de água, animais selvagens, plantas e luz que nos mostrava os caminhos do nosso destino E então chegavam os gringos, que foram cobertos com os seus casacos e chapéus de ferro, com as suas camisas e roupas de seda e a sua fome insaciável de conquistar. Nesse tempo antigo nasceu a uma terra nova, o nosso Brasil, que foi nomeado após a madeira com que os gringos costumavam pintar suas roupas em cor de brasa. 

     

    Bom texto :)

    Write a correction

    Please enter between 25 and 8000 characters.

     

    More notebook entries written in Portuguese

    Show More