Site Feedback

ROTINA MATINAL

Descendo da cama é um procedimento complicado e frustrante para um pobre reformado. Antes de eu me levantar, eu tenho que fazer uma boa extensão, para colocar em funcionamento os meus ossos velhos e alguns músculos, o que eu ainda uso. Levanto-me, é claro, na perna direita, para ter um bom dia com feliz e sucesso. Depois da decsida da cama, estou à procura das chinelas, que sempre ficam em lugares inesperados. ( O meu filho diz que as coisas ao redor da casa esconde qualquer alemão Alzheimer. Não tenho nenhuma idéia sobre o que ele fala ). A higiene matinal, no meu caso, é espetacular. Como não posso me dobrar, a minha dança tomando duche parece uma espécie de complicadas aulas de ginástica. Entretanto a minha esposa, querida Maria, já preparou uma boa chávena de café e todas as novidades da nossa vizinhançã. A Senhora Braga, do terceiero andar, divorcia-se novamente. E assim começe um novo dia.

Share:

 

0 comments

    Please enter between 0 and 2000 characters.

     

    Corrections

    ROTINA MATINAL

    Descendo Descer da cama é um procedimento complicado e frustrante para um pobre reformado. Antes de eu me levantar, eu tenho que de (o correto é dizer "ter de" quando se quiser expressar obrigação, necessidade. No entanto dizer "ter que" é um erro muito comum, mais comum até que a forma correta, pelo menos no Brasil. Não sei se por isso já é aceito) fazer uma boa extensão (esse tipo de exercício físico no Brasil se chama "alongamento", talvez em Portugal o termo seja mesmo "extensão", não estou certo), para colocar em funcionamento os meus ossos velhos e alguns músculos o que eu ainda uso. Levanto-me, é claro, na perna direita, para ter um bom dia com feliz felicidade e sucesso. Depois da decsida descida da cama ("descida" não está errado, mas melhor é "Depois de descer da cama"), estou fico à procura das chinelas, que sempre ficam estão em lugares inesperados. ( O meu filho diz que as coisas ao redor da pela ("ao redor" é o mesmo que "no entorno", pelo lado de fora) casa esconde um alemão qualquer chamado Alzheimer (objeto antes do sujeito também é possivel em português, mas pode prejudicar a clareza se não for bem empregado. Melhor seria "Meu filho diz que um alemão qualquer chamado Alzheimer esconde as coisas pela casa"). Não tenho nenhuma idéia sobre o que ele fala ). A higiene matinal, no meu caso, é espetacular. Como não posso me dobrar, a minha dança tomando duche parece uma espécie de complicadas de aulas de ginástica. Entretanto a minha esposa, querida Maria, já preparou uma boa chávena de café e todas as novidades da nossa vizinhança A Senhora Braga, do terceiero terceiro andar, divorcia-se novamente. E assim começa um novo dia.

     

    Tanto "duche" quanto "chávena" estão corretos. São termos usados em Portugal. No Brasil diríamos "ducha" e "xícara".

    ROTINA MATINAL

    Descer da cama é um procedimento complicado e frustrante para um pobre reformado. Antes de me levantar, eu tenho que fazer uma boa extensão, para colocar em funcionamento os meus ossos velhos e alguns músculos, que eu ainda uso. Levanto-me, é claro, a perna direita, para ter um bom dia feliz e com sucesso. Depois da descida da cama, estou à procura das chinelas, que sempre ficam em lugares inesperados. ( O meu filho diz que as coisas ao redor da casa esconde qualquer alemão Alzheimer. Não tenho nenhuma idéia sobre o que ele fala ). A higiene matinal, no meu caso, é espetacular. Como não posso me dobrar, a minha dança tomando ducha parece uma espécie de complicadas aulas de ginástica. Entretanto a minha esposa, querida Maria, já preparou uma boa xícara de café e todas as novidades da nossa vizinhançã. A Senhora Braga, do terceiro andar, divorcia-se novamente. E assim começe um novo dia.

    Write a correction

    Please enter between 25 and 8000 characters.

     

    More notebook entries written in Portuguese

    Show More