Site Feedback

VERTIGEM

Apesar da minha saúde excelente, acho que no meu código genético existe um erro pequeno. Nada de orgânico, acho que é algo psíquico. Na verdade, em determinadas situações, sofro de vertigem. Um carrossel, por exemplo. É suficiente que eu veja os seus cavalinhos coloridos a andar em circulos, pulando para cima e para baixo e eu imediatamente fico com vertigem. Altitude é um outro problema. Às vezes não consigo nem subir ao escadote. A olhar para baixo da varanda, está fora da cogitação. Moro no quarto andar e nunca saiu na varanda, sobre o que a minha família faz sempre piadas. Uma situação semelhante é quando vejo o sangue, ou recebo uma injeção. Em tais casos, alguém da família deve ser comigo. A mais grave manifestação de vertigem tenho quando a nossa vizinha, a Ana Braga, passa por mim com a sua saia curta, balançado com os seus quadris divinos e dá-me um de seus sorrisos brilhantes. Nesses casos, além de tonturas, tenho umas fortes palpitações cardíacas. Coitado de mim !

Share:

 

2 comments

    Please enter between 0 and 2000 characters.

     

    Corrections

     

    Correção em português europeu

     

    VERTIGEM

    Apesar da minha saúde excelente, acho que no meu código genético existe um pequeno erro. Nada de orgânico, acho que é algo psíquico. Na verdade, em determinadas situações, sofro de vertigens. Um carrossel, por exemplo. É suficiente Basta que eu veja os seus cavalinhos coloridos a andar em círculos, pulando para cima e para baixo e eu imediatamente fico com vertigens. A altitude é um outro problema. Às vezes não consigo nem sequer subir ao a um escadote. A o Olhar da varanda para baixo está fora da cogitação de questão. Moro no quarto andar e nunca saiu na vou à varanda, questão sobre o que a qual a minha família faz sempre piadas. Uma situação semelhante é quando vejo o sangue, ou recebo levo uma injeção. Em tais casos, alguém da família deve ser tem de estar comigo. A mais grave manifestação de vertigem tenho-a quando a nossa vizinha, a Ana Braga, passa por mim com a sua saia curta, balançando com os seus quadris divinos e dá-me dirige um dos seus sorrisos brilhantes. Nesses casos, além de tonturas, tenho umas fortes palpitações cardíacas. Coitado de mim!

    VERTIGEM

    Apesar da minha saúde excelente, acho que no meu código genético existe um pequeno erro pequeno. Nada de orgânico, acho que é algo psíquico. Na verdade, em determinadas situações, sofro de vertigem. Um carrossel, por exemplo. É suficiente que eu veja os seus cavalinhos coloridos a andar em circulos, pulando para cima e para baixo e eu imediatamente fico com vertigem. Altitude é um outro problema. Às vezes não consigo nem subir o escadote (ou só escada, no Brasil). Olhar para baixo, na varanda, está fora da cogitação (ou coloca a vírgula antes de na varanda, ou retira a vírgula antes de "está"). Moro no quarto andar, nunca saí (ou saio) na varanda e a minha família sempre faz piadas. Uma situação semelhante é quando vejo o sangue ou recebo uma injeção: em tais casos, alguém da família deve estar comigo. A mais grave manifestação de vertigem tenho quando a nossa vizinha, a Ana Braga, passa por mim com a sua saia curta, balançando com os seus quadris divinos e dá-me um de seus sorrisos brilhantes. Nesses casos, além de tontura, tenho fortes palpitações cardíacas. Coitado de mim!

    Vertigem

    Apesar da minha saúde excelente, acho que no meu código genético existe um pequeno erro. Nada de orgânico, acho que é algo psíquico. Na verdade, em determinadas situações, sofro de vertigem. Um carrossel, por exemplo: é suficiente que eu veja os seus cavalinhos coloridos a andar em círculos, pulando para cima e para baixo e eu imediatamente fico com/tenho vertigem. A altitude é um outro problema. Às vezes não consigo nem subir o escadote. A Olhar para baixo da varanda (,) está fora da cogitação. Moro no quarto andar e nunca saiu na vou/fui à varanda, algo sobre o que a minha família faz sempre piadas. Uma situação semelhante é quando vejo o sangue, ou recebo uma injeção. Em tais casos, alguém da (minha) família deve ser estar comigo. A mais grave manifestação de vertigem que tenho é quando a nossa vizinha, a Ana Braga, passa por/diante de mim com a sua saia curta, balançado com os seus quadris divinos e dá-me um de seus sorrisos brilhantes. Nesses casos, além de tonturas, tenho umas fortes palpitações cardíacas. Coitado de mim !

    Write a correction

    Please enter between 25 and 8000 characters.

     

    More notebook entries written in Portuguese

    Show More