Lucas
Acordo ortográfico no Brasil

Isto é mais pessoal que qualquer outra coisa, mas sempre leio muita coisa a respeito do Acordo Ortográfico em Portugal, mas no Brasil vejo pouca coisa - e, quando sai, é algum linguísta ou alguém da área acadêmica falando, nunca é alguém perguntando se nós, brasileiros, estamos de acordo com o Acordo.

 

Então pergunto: "estamos nós, brasileiros, realmente de acordo com essa unificação do idioma?" Parece estranho, mas, sei lá... Vou esperar pelas respostas para expor meus argumentos =D

Apr 18, 2014 10:46 AM
Comments · 3

Acho besteira.

April 18, 2014

A lingua evolui de forma diferente em cada lugar, isto é normal. Acontece que com o avanço da tecnologia as distancias diminuem. O italki é um excelente exemplo disto. Fica a pergunta. Será que as diferenças que existem no portugues falado em lugares diferentes pelo mundo agora tendem a aumentar ou a diminuir? As regras gramaticais devem somente acompanhar a evolução natural da lingua ou se tornarem ativas neste processo?

De qualquer forma, para um não nativo que pretende aprender o português, é bem claro que existem certas regras que não devem ser sequer comentadas. A gramática quando não estritamente de acordo com a lingua falada serve apenas como recordação de como já foi o passado, ou no caso de mudanças artificiais, como tentativa (frustada?) de guiar o futuro, mas não como fonte de aprendizagem.

 

 

April 19, 2014

Assim: nós sempre legislamos em cima do português falado aqui sem consultar os outros países - ou seja, adaptando o idioma para as nossas necessidades - porque justo agora seria diferente? Não seria melhor, já que sempre foi assim - e, até então ninguém tinha reclamado -, nos preocupar somente com as questões daqui? Por exemplo: ninguém no Brasil utiliza mais mesóclise - tal como o trema, que há anos ficou na UTI até finalmente ser abolido -, porque não ocorre a exclusão dele? Ela só aparece quando alguém faz algum concurso ou mesmo uma prova, caso o contrário, não... Outra coisa também que os gramáticos teimam em manter, mas também ao poucos os falantes daqui vão excluindo, é o pronome em início de frase - na boa, soa melhor dizer "te amo" que "amo-te" =/

April 19, 2014
Lucas
Language Skills
English, Japanese, Portuguese
Learning Language
English